sexta-feira, 22 de junho de 2012

Remar. Re - amar. Amar.



"Eu entro nesse barco, é só me pedir.
Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou.
Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou.
Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma.Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também!
Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vem remar também, com vontade!
Mas você tem que remar também.
Eu desisto fácil, você sabe.
E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir.
Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia.
Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir.
Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto.
Eu te ensino a nadar, juro!
Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena.
Que por você vale a pena.
Que por nós vale a pena.
Remar.
Re-amar.
Amar."
 (Caio Fernando de Abreu)

Imagem Google
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. Simplesmente adorável... Abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malu,
      obrigada pela visita e pela sua gentileza.
      Beijinhos.

      Excluir
  2. Vem escutar a música da noite
    Vem sentir a vida num piscar de olhos…

    Bom fim e semana

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Profeta,
      obrigada pela visita. Volte sempre!
      Bjos.

      Excluir
  3. Oi Sívia!
    Liiindo!
    A dois é bem melhor, vale mais a pena. Uma oração ao amor, ao compartilhar!
    Beijinhos e uma linda semana!

    ResponderExcluir

Que bom receber você aqui no blog. Deixe um recadinho e volte sempre.